quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Desabafo

Aqui há quase 5 anos, da ´´ultima vez que estive desempregada no Centro de Emprego uma técnica disse que procurar emprego era um emprego a tempo inteiro! E é bem verdade! Agora, na iminência de voltar a ficar desempregada e destavez com mais responsabilidades, todos os minutos que tenho são para a procura de emprego! Para enviar dezenas de CV para ofertas de emprego, por vezes para a mesma oferta com semanas de diferença, com a esperança que, se da outra vez não foi visto talvez o seja desta vez!
Enviar emails para endereços que não estão activos, ligar para as empresas de colocação, receber uma resposta torta porque perguntamos para onde enviar o CV, uma vez que aquele que é indicado na oferta responde automáticamente a dizer que a pessoa está de férias! Encontrar contactos de empresas na internet para ligar, uma vez que a caixa de email referida na oferta não está disponível... Ligar e voltar a ligar e nunca ter uma resposta!
Ir a uma entrevista onde nos garantem que dão resposta até ao final da semana e depois nem sequer um email a dizer: "lamentamos mas não foi selecionada para trabalhar connosco".
Custa muito?
Enviar dezenas de CV e não receber nem uma resposta, semana após semana, ouvir que o desemprego vai aumentar e saber que iremos fazer parte daquele número assustador!
Tudo isto faz agora parte da minha vida, mais do que nunca, e é desesperante!

2 comentários:

Anónimo disse...

Sei que custa, que não é fácil, mas não desistas, há-de chegar o dia!

An@ disse...

Boa sorte e muita coragem! Não é fácil nos tempos que correm e com a idade que tem. Creio que o factor idade devia ser valorizado como factor de experiência. Não compreendo porque não é assim! Bjoca