terça-feira, 24 de abril de 2012

Porque...

A família não tem de ser aquela em que nascemos, pode ser aquela que nos ama e nos aceita! Aquela que escolhemos! 

E eu sinto-me feliz por ter uma! 


2 comentários:

Anónimo disse...

Mesmo que disfuncional :)Temos (acho que já posso falar no plural) uma linda e rara :)

An@ disse...

Isso é muito bom! Nem todos têm essa sorte! Aproveita! Bjoca