quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Do Acordo de (Des)Concentração Social

Estava eu aqui com os meus botões a pensar nas noticias e naquilo que vai entrar em vigor em termos de legislação laboral quando me perguntei se seria só eu a pensar que a questão "da meia hora" ao pé do que foi anunciado até era uma brincadeira de crianças e se por acaso, (só por acaso, não quero difamar ninguém, que ainda corro o risco de ser processada e de ter que pagar indemnização) esta questão ("da meia hora") não terá sido uma espécie de cortina de fumo para todos falarmos disso até agora e agora ouvirmos que afinal até cederam na "meia hora"?
Também me encontrei a pensar com os meus botões (que hoje trouxe um sobretudo com três botões para poder pensar mais acompanhada) se o ministro da Economia e do Emprego é mesmo pouco conhecedor da nossa realidade (e só sabe de que como se vive no Canadá) ou se será só mentiroso (é uma questão, não estou a afirmar, pelo menos por enquanto) para dizer que este acordo de (des)concertação social vai criar emprego?
Estará a mentir deliberadamente ou acredita no que diz?
Aqui ficam os pontos chave deste acordo e aqui ficam palavras que eu não seria capaz de escrever tão bem!

1 comentário:

An@ disse...

Realmente não percebo nada do que andam a fazer, mas sei que alguém vai sair a ganhar alguma coisa disto tudo... e não sou eu! Não percebo como é que estas medidas vão desacelerar o desemprego! E muito menos aumentar a produção uma vez que as pessoas desmotivadas produzem menos e mal... na minha opinião claro! Quanto ás meias horas para mim era igual porque a entidade patronal já me tinha informado que não concordava com isso... e nem com outras coisas... mas é holandesa, tem outra mentalidade!